Cadastre seu e-mail para receber notícias do Vitória

Você receberá um e-mail com um link, clique nele para ativar e confirmar sua inscrição. Caso não tenha recebido, cadastre-se novamente.

Palmeiras 2 x 1 VITÓRIA - 07/06/09 - Apesar da grande partida, um péssimo resultado


Palmeiras 2 x 1 VITÓRIAPalmeiras 2 x 1 VITÓRIA - Apesar da grande partida, um péssimo resultado

Por: Lucas Rochas *†§iquilho†*
lucas.rochas@yahoo.com.br


"Eu já achava que o empate era injusto o que eu vou dizer da derrota? Não sei como a gente conseguiu perder esse jogo". [Paulo César Carpegiane]

Pois é, a imprevisibilidade torna o futebol um esporte emocionante e muitas vezes injusto, fazendo valer uma máxima antiga, e muito conhecida no futebol de que “quem não faz, toma” e o Palmeiras aproveitando-se dela, conseguiu virar o jogo aos 46 do segundo tempo fazendo o rubro-negro voltar a Salvador com uma derrota injusta e amarga.

Jogando com raça, seriedade e inteligência, o Vitória veio a campo com o mesmo esquema tático da última partida contra o Grêmio, mantendo a marcação adiantada, pressionando o meio campo do time alviverde e tenho maior domínio da posse de bola, o que conteve o ímpeto inicial dos donos da casa, esfriando completamente o jogo.

Após dominar o meio-campo, o time partiu para cima do adversário, de forma inteligente utilizando a velocidade do lateral Apodi, que mais uma vez fez um partidaço. A partir dos 25 minutos do primeiro tempo só dava Vitória em campo, e Vanderson[que sempre questiono que precisa aprender a chutar de fora da área e a finalizar] foi desarmado quando estava cara a cara com o goleiro Marcos.

Aos 40 minutos veio o lance mais polêmico da partida: Após belíssimo cruzamento do lateral Apodi, o atacante Roger subiu sozinho e cabeceou para baixo, sem chances para o goleiro palmeirense, que só conseguiu tirar a bola dentro do gol.
Eis que entra em questão o apito amigo. Não venham me dizer que o lance era difícil de marcar, pois a auxiliar Márcia Bezerra Lopes Caetano (Fifa-RO) nem bem posicionada estava. Não me importa quem entortou a torre de Pisa, ou se foi o ovo ou a galinha quem nasceu primeiro. O que me interessa é que toda vez que jogamos contra um time de expressividade do eixo sul/sudeste somos prejudicados.

Garanto que se fosse a favor do Palmeiras seria gol. Após toda polêmica o jogo prosseguiu e o 0 x 0 permaneceu como placar ao fim do primeiro tempo. Logo no começo do segundo tempo veio a alegria rubro-negra, Leandro Domingues [que está jogando muito] chutou, o goleiro Marcos espalmou e Apodi de perna esquerda só empurrou para o fundo das redes: Palmeiras 0 x 1 Vitória.

O time rubro-negro fez o gol e soube manter o jogo equilibrado, alternando com o Palmeiras as jogadas de ataque. Mais eficaz em campo, oportunidades não faltaram ao time rubro-negro para aumentar o placar, e matar o jogo.O que faltou foi eficiência. E o ditado se fez valer, quem não faz, toma: Palmeiras 1 x 1 Vitória, gol do Ortigoza.

Apesar do gol sofrido o Leão continuou determinado e mantendo o domínio da partida, pena que o atacante Roger não estava em uma tarde inspirada, abusando em perder gols e pecando pelo preciosismo. Já com o atacante Edson em campo, estreando pelos profissionais, Leandro Domingues ainda acertou um “tirambaço” no travessão, mas o jogo parecia que terminaria no 1 x 1.

Eu, em casa assistindo o jogo pela TV jahia, considerava o empate injusto, e queria o segundo gol. Infelizmente só damos valor ao que temos quando perdemos, e o Palmeiras numa cobrança de escanteio fez o segundo gol, aos 46 do segundo tempo, virando o jogo e devolvendo o gol feito no final pelo vitória no final da partida contra o Grêmio. Após o gol do palmeiras o empate que era ruim passou a ser um grande resultado, se fosse alcançado, mas não deu, e a derrota se tornou mais amarga do que chupar um limão.

No mais, fica a lição de que não adianta apenas jogar muito bem e dominar a partida, tem que se fazer valer este domínio e converte-lo em gols.

Vale ressaltar que a partida mostrou aos torcedores rubro-negros que temos um time muito bom e competitivo que brigará pelo título e pela vaga na Libertadores. O Palmeiras não é nenhuma galinha morta, estando inclusive nas quartas de finais da competição Sul-Americana e ainda assim conseguimos anular o time deles por quase toda a partida, ou seja, PODEMOS SIM GANHAR DO INTERNACIONAL NO PRÓXIMO DOMINGO NO ESTÁDIO DO BEIRA-RIO.

Alguns acertos são necessários, e a partida de hoje mostrou que necessitamos de mais um centro-avante. Dinei, ou Perea[mesmo já tendo sido descartado], são grandes nomes e certamente teriam matado a partida hoje. Por ter sido a primeira partida de Roger ele ainda tem alguns bônus.

A surpresa para a próxima partida pode ser a estréia do lateral esquerdo Leandro, que depende apenas da chegada dos seus documentos à CBF, juntamente com o anúncio do seu nome no BID.

DESTAQUES E MELHORES EM CAMPO:

-Carpegiane – Não inventou e armou bem o time.

-Wallace Mais uma vez, impecável.

-Uelliton – Joga muito!! Técnica, marcação e visão de jogo. Está jogando muito mais que o PitBull.

-Apodi – Temos que admitir, “o maluco beleza” nasceu pra jogar com nosso manto sagrado.

-Leandro Domingues – Simplesmente o maestro. Deve apenas se aproveitar mais desta precisão nos chutes e arriscar mais de fora da área.

OBSERVAÇÕES:

-Está na hora do meia Vanderson treinar finalizações de fora, e de dentro da área.

-Adriano precisa ser mais objetivo.

-Roger precisa ser mais eficiente e parar de “enfeitar” querendo fazer gols bonitos em lances decisivos.

SALÁRIOS ATRASADOS

Jorginho Sampaio reconheceu as dificulades financeiras provocadas pelo bloqueio do repasse das cotas de televisionamento dos jogos do Vitória junto à CBF, imposta pela Justiça do Trabalho em função de dívidas contraídas na gestão anterior. "Estamos enfrentando dificuldades sérias, mas a gente vai se virar e paga os salários esta semana", prometeu.

PAULO CARNEIRO ESCROTO. AINDA TEM TORCEDOR QUE QUER A SUA VOLTA.

FICHA TÉCNICA: PALMEIRAS 2 X 1 VITÓRIA

Palmeiras
Marcos, Henrique (Souza), Maurício Ramos, Danilo e Jefferson; Pierre, Mozart (Ortigoza), Cleiton Xavier e Diego Souza; Obina e Keirrison (Dayvid Sacconi)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Vitória
Viafara; Anderson Martins, Victor Ramos e Wallace; Apodi, Vanderson, Uellinton Leandro Domingues (Ramon) e Robinho (Marco Aurélio); Roger e Adriano
Técnico:Paulo César Carpegiani

Data: 07/06/2009 (domingo)
Local: Parque Antarctica (SP)
Público:
Renda:
Árbitro: Heber Roberto Lopes (RJ)
Auxiliares: Gilson Bento Coutinho (PR) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Cartões amarelos:Mozart(P), Uelliton(V), Victor Ramos (V), Keirrison (P), Roger (V) e Ortigoza (P)
Cartões vermelhos: (não teve)
Gols: Apodi, primeiro minuto, Ortigoza, 20min e Maurício Ramos, aos 46min do segundo tempo
__________
Comentários
5 Comentários

5 comentário(s):

Edson Santana disse...

Como diz uma canção do Rei Roberto Carlos : "daqui pra frente, tudo vai ser diferente..."
Vamo que vamo!

Abraços :D

*†Lucas Rochas §iquilho†* disse...

boa comparação man;

Srn

Lucas Serra disse...

Bela partida! Não fizemos o gol para fechar o caixão... deu no que deu, mas a postura do time foi muito boa.

victor disse...

O que vale e jogar bem não os 3 pontos né moçada,rsrsrs!! precisamos de ATACANTE.

junior ramos disse...

O diretória do vitória deveria rever o caso do jogador Perea e contrata-lo.

Postar um comentário

Siga o ECVitóriaNotícias no Twitter: @ecvnoticias

Últimas notícias

Postagens populares (última semana)

Postagens populares (últimos 30 dias)

CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 (28ª rodada)

Jogo ao vivo: Sport x VITÓRIA .


Dia: 12/10/14 (domingo)

Horário: 18:30h (hor. de Brasilia)


Links das rádios/tv na web:


Rádio Metrópole 101,3 FMRádio Transamérica 100,1 FMRádio TudoFM 102,5Rádio Itapoan 97,5 FMRádio CBN 100,7 FMRádio Sociedade 740 AMRádio Excelsior 840 AM