Cadastre seu e-mail para receber notícias do Vitória

Você receberá um e-mail com um link, clique nele para ativar e confirmar sua inscrição. Caso não tenha recebido, cadastre-se novamente.

Avaí 4 x 0 Vitória - 30/07/09: O apagão rubro-negro

home / menu / campeonatos / brasileirão 2009 / partida 15ª rodada

ViáfaraAvaí 4 x 0 VITÓRIA: O APAGÃO RUBRO-NEGRO.
Por: Lucas Rochas §iquilho [lucas.rochas@yahoo.com.br]

"Vamos ter que avaliar a responsabilidade de alguns. Vou ter que tomar medidas porque isso é uma covardia. É um que sai e deixa o peso para os outros dez, depois sai outro e deixa para os nove" - Paulo César Carpegiane.

Pense naqueles dias horripilantes em que você tenta dormir, e um mosquitinho chato fica zumbindo em sua orelha. Enfim, quando o sono chega, um sacana passa de carro buzinando. Ao conseguir cochilar alguns "minutos", você acaba despertando do nada e percebe que os deliciosos minutos de sono eram na verdade horas, e que está atrasadíssimo para o trabalho, justamente no dia em que haverá uma auditoria interna. Puta que pariu a mulher do padre!! (Royaltes para Franciel). Para completar, sente uma dor de barriga infernal e o único banheiro da casa está ocupado.
É muita desgraça para um dia só!!!!

A lei de Murphy poderia explicar isto, mas até ela acaba se rendendo a tamanha série de desgraças sucessivas. Mas, após a partida de hoje, o Vitória tem argumentos, provas, fatos e materiais suficientes para comprovar tais sucessões de desastres, de forma empírica, e com o inigualável recorde de fatos negativos ocorridos em apenas 90 minutos.

É meus caros amigos, nem mesmo o mais pessimista dos rubro-negros imaginaria um resultado como estes, em uma partida onde o time sequer entrou em campo e todos os jogadores rubro-negros, sem exceções, estiveram mal. E pior do que ser goleado pelo arrumado time do Avaí, é ver Muriqui(sim, aquele mesmo jogadorzinho limitado que passou por aqui em 2008) deitando e rolando contra a zaga do leão.

Como explicar tamanho desastre?O que aconteceu?De que forma este resultado influenciará no psicológico dos jogadores? Uma série de perguntas difíceis de serem respondidas, mas que podem ser sintetizadas de uma só vez, e de uma só forma:
EM CAMPO, VENCENDO O SÃO PAULO DE QUALQUER JEITO!!!!!!

Pois bem, vamos ao show de horrores. Enquanto o avaí lutava pela quinta vitória consecutiva na competição (marca ainda inédita em 2009), o Vitória lutava pela volta ao G4 e a consolidação da sua excelente campanha. Alguns fatos desta partida merecem destaque e devem ser revisto pela diretoria e pela comissão técnica.

ESTOPIM 01: CHAMPS
De cara, o primeiro problema: A temperatura baixíssima, os jogadores do time mandante agasalhados e os jogadores do Vitória entram em campo com o uniforme 01, com mangas curtas. Desde o começo do ano o leão não recebera da CHAMPS os uniformes com mangas longas e por duas oportunidades(Inter e Avaí) seus jogadores tiveram que entra em campo com o uniforme de mangas curtas.

De antemão, deixo bem claro que a Champs não tem nada a ver com a derrota, e sim com a organização do clube. Fatores extra-campo também podem influenciar no desempenho dos jogadores.

Após o episódio dos meiões Vascaínos a Champs perdeu o meu apoio. O atraso nos pagamentos e no fornecimento dos materiais esportivos apenas agravou ainda mais a situação. O Vitória, na condição de um grande clube, não pode viver a mercê da boa vontade de uma empresa de Pequeno porte. ADEUS CHAMPS.

ESTOPIM 02: Meio de zaga e Pênaltys.
Mesmo com três zagueiros, o leão bate cabeça quando o adversário enfia uma bola pelo meio da área, entre os zagueiros. Cruzeiro, Corinthians, Santo André e mais alguns adversários já se aproveitaram disto. Logo aos 7 minutos, em um passe em profundidade pelo meio, Victor Ramos (que havia sido o melhor zagueiro do time nos últimos dois jogos) cochilou e cometeu pênalty. Víafara ainda defendeu o primeiro, o juiz mandou voltar e gol!
DETALHE: 7 PÊNALTYS COMETIDOS NA COMPETIÇÃO. TEM ALGO ERRADO AÍ!

Taticamente, o time do Avaí me lembra o time do Vitória em 2008. Joga rápido pelas extremidades do campo e sai em bloco ocasionando contra-ataques mortais. Aos 17 minutos, em um destes contra-ataques o Avaí fez o seu segundo gol. O time azulino marcava no campo adiantado e jogava em função dos erros do Vitória, que errou mais passes do que já havia errado em toda competição.

ESTOPIM 03: Excesso de Volantes e falta de Criação.
Vanderson / Magal / L. Domingues
Desconsiderando-se que Apodi também atua como meia, mas não é meia, e que Adriano é atacante, os três jogadores acima citados formaram o meio-campo "teórico" do Vitória na partida, ou seja, sem criação. A entrada de Adriano isolou completamente Leandro Domingues e fez com que Magal se tornasse meia direita. Conforme já disse nos dois últimos posts, volto a comentar: Magal me lembra o Renan, marca muito e erra muito na saída de bola. Para completar deu uma de delegado e prendeu muito a bola hoje. O Vitória deveria ter entrado com Willian, ou Bida no lugar do Adriano. Só para constar, Vanderson mais uma vez esteve mal em campo.

O Vitória sequer havia chutado em gol, e se limitava a defender e perder bolas.Aos 26 minutos, Roger conseguiu roubar uma bola do zagueiro, e mesmo a frente conseguiu perder na correria. Enquanto Domingues quase fez de falta aos 31 minutos, Víafara salvou o Vitória por 03 vezes:
-Uma aos 37 minutos.
-Duas aos 45, demonstrando reflexos, ao defender chute e rebote do Muriqui.

Vale lembrar que aos 39 Uéllington, um dos jogadores mais regulares do time, levou o segundo amarelo e foi expulso por reclamação. IMATURIDADE.

FIM DE PRIMEIRO TEMPO, MUITOS PROBLEMAS E APARENTEMENTE POUCAS SOLUÇÕES.

Na volta do intervalo PCC promoveu duas alterações:
-Saiu Apodi (com dores no joelho), entrou Jackson.
-Saiu Adriano, entrou Carlos Alberto.


O Vitória acabou voltando melhor no segundo tempo e equilibrou a partida. Como nem tudo são flores...

ESTOPIM 04: ROGER, A PACIÊNCIA ACABOU!
No primeiro lance, logo no primeiro minuto da etapa complementar, Roger, mais lento do que Rubinho Barrichello, chegou atrasado. Lance difícil, relevável. Porém, aos 18 minutos, minha paciência com ele foi às "Cucuias"! Passe Lindo do Ramon (Substituindo Vanderson), Roger ficou cara a cara com o gol. O que ele fez:

a)Dominou de esquerda, ajeitou e bateu na saída do goleiro.
b)Dominou, avançou, driblou o goleiro e saiu para abraço.
c)Dominou, ajeitou e mandou um foguete com a perna direita.
d)Deixou a bola quicar e mesmo sem ângulo tentou fazer de cobertura, acertando o travessão.
e) N.D.A.

Pergunta difícil. O "meliante" tinha diversas opções a escolher, e achando que é craque, vai justamente na "letra d" e a meu ver, este lance mostrou a falta de comprometimento dele com o time. Um gol naquele momento mudaria a história do jogo. Não sou de criticar ninguém sem motivos, ou sem argumentos, mas Roger chegou ao coeficiente de saturação. AbuSando de perder gols, pecando nas finalizações e comprometendo o time com a perca de pontos que farão a diferença a longo prazo.
Graças a Deus não jogará contra o São Paulo. Espero que o menino Itacaré, que ainda não teve chances reais e seqüência de jogos no leão, abocanhe esta vaga.

Daí pra frente, dois gols do Avaí e expulsão do Victor Ramos. Prefiro nem me aprofundar.
Considerei o jogo completamente atípico, e nenhum jogador esteve bem em campo. Agora temos que juntar os cacos e partir para cima do São Paulo. Não adianta criticar, vaiar, ou desmerecer todo o trabalho feito até aqui. Continuamos na cola do G4, ocupando a 5ª posição e a 7 pontos do líder. Temos sim, time para brigar pela libertadores, e porque não pelo título? Faltam alguns reforços e maturidade para o elenco, mas não vejo motivos para jogar toda campanha deste ano pelo ralo, afinal de contas é a primeira (espero que última também) vez que perdemos por uma diferença superior a dois gols e a segunda vez que jogamos muito mal e perdemos.

Agora é hora de sentar, analisar as últimas partidas, discutir os problemas e recomeçar, apagando de vez esta última partida. A partida de hoje deixou claro que o estilo de jogo do rubro-negro está manjado e um novo esquema deve ser testado. No mais, finalizo este texto. Odeio comentar derrotas do leão da barra quando o mesmo não joga nada!

DOMINGO, A REDENÇÃO SERÁ NO BARRAQUISTÃO!!

ESTAMOS CONTIGO LEÃO!

SRN

FICHA TÉCNICA
Avaí 4 x 0 Vitória

Avaí: Eduardo Martini; Rafael, Augusto e Emerson; Luis Ricardo, Ferdinando, Léo Gago, Marquinhos (Odair) e Eltinho; Muruqui (Caio) e William (Roberto).
Técnico: Silas

Vitória: Viáfara; Victor Ramos, Uelliton e Anderson Martins; Apodi (Carlos Alberto), Vanderson (Ramon), Magal, Leandro Domingues e Leandro; Adriano (Jackson) e Roger
Técnico: Paulo César Carpegiani

Data: 30/07/2009 (Quinta-feira)
Local: Estádio da Ressacada
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Auxiliares: César Augusto de Oliveira Vaz(DF) e Renato Miguel Vieira(DF)
Cartão amarelo: Victor Ramos, Uelliton, Leandro Domingues e Roger (V) Léo Gago, Muriqui e Ferdinando(A)
Cartão Vermelho: Uelliton e Victor Ramos (V) Léo Gago (A)
Gol: Marquinhos, aos 8min, e Luiz Ricardo, aos 16min do primeiro tempo; Muriqui, aos 23min, e Caio, aos 43min do segundo tempo

Confira os resultados dos jogos da 15ª rodada do Brasileirão 2009:
29/07/09 (quarta-feira)
Coritiba 2 x 2 Botafogo
Náutico 1 x 2 Santos
Internacional 3 x 2 Barueri
Goiás 3 x 0 Atlético-PR
Cruzeiro 1 x 0 Sport
Palmeiras 1 x 0 Fluminense
Santo André 1 x 1 Corinthians
30/07/09 (quinta-feira)
Flamengo 3 x 1 Atlético-MG
Avaí 4 x 0 Vitória
São Paulo 2 x 1 Grêmio

Sobre o Brasileirão 2009:
Veja a Tabela de classificação.
Veja apenas os jogos do Vitória.
Veja a artilharia completa.
__________

Vídeo dos gols de Avaí 4 x 0 Vitória - 30/07/09 - 15ª rodada do Brasileirão

home / menu / campeonatos / brasileirão 2009 / partida / vídeo


Vídeo: FutebolBahiano.com
Confira a tabela de jogos do Vitória no Brasileirão 2009.
__________

Concurso Cultural Dia dos Pais Vitória 1899

Dia dos Pais Vitória 1899
CONCURSO CULTURAL DIA DOS PAIS VITÓRIA 1899

Pai e filho podem ganhar ingressos para assistir o jogo VITÓRIA x ATLÉTICO-PR, pela 19ª rodada do Brasileirão 2009! E é muito fácil concorrer. Veja como:

SIGA A LOJA VITÓRIA 1899 NO TWITTER (@_vitoria1899) E ENCAMINHE UMA FOTO SUA COM SEU PAI (OU SEU FILHO) COM ALGUM PRODUTO DO VITÓRIA!

O dois autores das fotos mais originais ganharão dois ingressos para assistir o jogo Vitória x Atlético-PR no Barradão, com data a confirmar! Use sua câmera digital ou celular e participe!

Após seguir a loja VITÓRIA 1899 no Twitter, o participante deve encaminhar sua foto anexada para o e-mail promo@vitoria1899.com.br, com os seguintes dados:

- Nome completo
- CPF
- Endereço completo
- Telefones
- Seu "user name" de seguidor no Twitter

Veja o regulamento completo no site da Loja Vitória 1899.

Siga o ECVitóriaNotícias no TWITTER (@ecvnoticias).
__________

Avaí x Vitória - 30/07/09 - 15ª rodada do Campeonato Brasileiro 2009

________________________________________________
ㅤㅤㅤㅤㅤCampeonato Brasileiro 2009 - 15ª Rodada
¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯

Avaí x Vitória - 30/07/09
- Ficha Técnica:
Data: 30/07/09 (Quinta-feira)
Horário: 21h00 (Horário de Brasília)
Local: Estádio Aderbal Ramos da Silva (Ressacada) Florianópolis, Santa Catarina

- Arbitragem:
Árbitro: Sandro Meira Ricci
Auxiliar 1: Renato Miguel Vieira (DF)
Auxiliar 2: Cesar Augusto de Oliveira Vaz (DF)

- Equipes prováveis:
AVAÍ
Eduardo Martini;
Rafael, Emerson e Augusto;
Luis Ricardo, Ferdinando, Léo Gago, Marquinhos e Eltinho;
Muriqui e Willian.
Técnico: Silas

VITÓRIA
Técnico: Paulo César Carpegiani

- Atletas suspensos:
Wallace (3 cartões amarelos)

- Campanha do Leão:
Veja mais estatísticas do Vitória.

- Transmissão (ao vivo):
● Televisão:
PFC

● Rádios de Salvador:
Sociedade [www.radiosociedadeam.com.br]
Itapuã [www.itapoanfm.com.br]
Metrópole [www.radiometropole.com.br]
Excelsior [www.am840.com.br]
Transamérica [www.transanet.com.br]

- Confronto Histórico:
Campeonato Brasileiro série B 2007
Data: 12 de maio de 2007
Local:
Manoel Barradas/Barradão/Salvador/BA
Árbitro: Fernando Rogério de Oliveira Assunção/AL
Auxiliares: Pedro Jorge Santos de Araújo e Afrânio Almeida Silva
Gol: Jean(V), 31′, Sorato(V), 32′ e 36′, Fábio Fidélis(A) 47′ do 1º tempo; Joãozinho(V), penalti, 11′, Hugo(V) 23′ do 2º tempo.
VITÓRIA 5 x 1 AVAÍ

VITÓRIA:
Emerson,
Apodi, Jean, Wallace e Anderson Rodrigues;
Garrinchinha, Bida, Jorge Henrique e Jackson;
Índio (Sorato) e Joãozinho (Hugo Henrique).
Técnico: Givanildo Oliveira

AVAÍ:
Eduardo Martini,
Alessandro Lopes, Paulo César e Fábio Fidélis;
Rodrigo Galo (Elton Calé), Pedro Ayub (Marcelinho), Batista, Richardson (Edílson) e João Paulo;
Evando.
Técnico: Zé Teodoro

Melhores momento da partida:


- Local do jogo:
O Estádio Aderbal Ramos da Silva, popularmente conhecido como Estádio da Ressacada, de propriedade do Avaí Futebol Clube, é um estádio de futebol localizado em Florianópolis, capital do estado brasileiro de Santa Catarina. Foi inaugurado em 15 de novembro de 1983, e sua iluminação, em 31 de maio de 1986. Tem capacidade para 19 mil pessoas, segundo o site oficial do Avaí, e seu recorde de público é de 25.735 torcedores.

Crédito da postagem: Matheus
Crédito das imagens: Guinho
__________

Papel de Parede do Esporte Clube Vitória

Estava afim de trocar meu papel de parede do computador (usava este), aí acabei fazendo mais um. Aproveitem mais um papel de parede sobre o Esporte Clube Vitória.

Papel de Parede do Esporte Clube Vitória
Baixe o Wallpaper na resolução desejada:
1024x768 - 1280x768 - 1280x1024 - 800x600

Veja outros papéis de parede do Vitória.
__________

Ingressos para Vitória x São Paulo - 02/08/09

A Diretoria do Esporte Clube Vitória informa que os ingressos para a partida entre Vitória x São Paulo, neste domingo (02/08/09), às 16 horas no Estádio Manoel Barradas já estão à venda. O preço do ingresso foi mantido.


PREÇOS------------------------------

Arquibancada
R$: 40,00 Inteira
R$: 20,00 Meia (Somente à venda no dia do jogo, nas bilheterias do Barradão, e mediante a apresentação do documento de identificação)

Cadeiras
R$: 80,00 Inteira
R$: 40,00 Meia (Mediante a apresentação do documento de identificação)
OBS:Exclusivas para o torcedor do Vitória


LOCAIS DE VENDA------------------------------

BILHETERIA/BARRADÃO
Rua Artêmio Valente - Bairro:Nossa Senhora da Vitória
Funciona até o dia do jogo.
Horário de funcionamento: das 9h às 17h

ESTAÇÃO RUBRO-NEGRA
Shopping Paralela
Loja no 1º piso – Entrada principal
Funcionará até sábado
Horário de acordo com o estabelecimento (horário do shopping).

LOJA DO LEÃO
Shopping Center Lapa
Loja no 3º Piso – próximo à Riachuelo
Funcionará até sábado
Horário de acordo com o estabelecimento (horário do shopping).

LOJA DO LEÃO
Shopping Capemi
Ao lado do Shopping Iguatemi - entrada principal
Funcionará até sábado
Horário de acordo com o estabelecimento (horário do shopping).

BAHIA MULHER
Rua Frederico Costa - 130 – Bairro de Brotas (em frente ao Bradesco)
Funcionará até sábado
Horário de funcionamento: das 9h às 19h - sábado das 9h às 15h.

NA INTERNET
http://www.ingressofacil.com.br/

AVISO------------------------------

Criança até 12 anos não paga ingresso na arquibancada, mas não tem direito a ir para a cadeira.
__________

Foto do Camisão dos Imbatíveis

Dia desses tinha postado aqui algumas fotos do Camisão da Torcida Organizada Camisa 12 do Vitória, agora eu coloco aqui o Camisão da Torcida Uniformizada os Imbatíveis (TUI).

Foto do Camisão dos Imbatíveis
__________

Vitória 1 X 0 Coritiba – 26/07/09 - Suada volta ao G4

home / menu / campeonatos / brasileirão 2009 / partida 14ª rodada

VITÓRIA 1 X 0 CORITIBA – SUADA VOLTA AO G4.
Por: Lucas Rochas §iquilho [lucas.rochas@yahoo.com.br]

– "Acho que o importante de hoje foi ter voltado a vencer. Essa responsabilidade acabou pesando um pouquinho, foi uma afobação misturada com apatia. No primeiro tempo pegamos uma equipe muito bem montada e treinada. Além de tudo, veio jogar no contra-golpe, e nos criou dificuldades. Mas hoje o importante que fica desse jogo foram os três pontos, que eram absolutamente fundamentais para nós."(Paulo César Carpegiane, em entrevista coletiva).

Jogo duro, truncado e com muitos passes errados. A 7ª Vitória do rubro-negro na competição aconteceu em uma partida completamente irregular do leão da barra, mas que culminou no seu 24º ponto e a volta ao seleto G4, pela 12ª rodada em 14 disputadas, como 3º lugar. Nem sempre a bela atuação estará presente, mas a vitória, esta sim deve nos acompanhar, independente de ter jogado uma grande partida, ou não.
Em uma competição de pontos corridos, toda e qualquer vitória conquistada é uma goleada.

Contando logo de início com a ausência de Víafara, com um desconforto muscular, o Vitória veio a campo praticamente com a mesma equipe que havia disputado a última partida e o clima não era dos melhores, pois apesar da invencibilidade em casa, o leão vinha de três jogos sem vitórias e a cobrança era grande por parte da torcida, principalmente em relação ao atacante Roger, que estava sem marcar a 3 jogos e com uma suposta saída para o exterior na maldita janela Européia.

Logo de início o que se via era um Vitória nervoso em campo. Perdido, errando muitos passes e com a marcação atrasada, o leão estava afobado e demorou a furar o bloqueio defensivo do adversário que congestionava o meio-campo e dificultava o toque de bola.
Aos oito minutos Apodi avançou pela direita e cruzou para Roger cabecear fraco, mas colocado, dando origem a um escanteio.

O jogo conseguia ser chato e monótono e ao mesmo tempo elétrico e preucupante. O coxa segurava o ímpeto rubro-negro e quando tinha a posse de bola partia para o ataque em velocidade com o endiabrado Marcelinho Paraíba.
Do lado rubro-negro, Anderson Maldini errava muitos passes e aos 14 minutos quase entregou o ouro em uma saída de bola extremamente equivocada. Toda vez que o A. Maldini volta de contusão ele demora para re-alcançar o ritmo de jogo. Falando no jovem zagueiro, aos 27 minutos ele foi substituído por ter sentido uma fisgada muscular, dando lugar a Vanderson.

Com a alteração o Vitória teve que se re-ajustar taticamente: Wallace deixou a marcação do setor direito por conta de Magal e foi para o meio da zaga, enquanto Vanderson e Uéllington passaram a se alternar entre 1º e 2º volante.
Por sinal, o Magal me lembra muito o ex-volante rubro-negro Renan(atualmente no CAM) que marca muito bem, mas tem uma péssima saída de bola, errando muitos passes. Inverteria ele com Uellington, deixando-o como primeiro volante na contenção, e o Uellington como segundo volante, pois tem um melhor passe, é mais técnico e habilidoso, o que certamente favoreceria a saída de bola do leão.

Dos 20 aos 40 minutos do primeiro tempo a partida se tornou tão chata quanto jogo de tênis. Nada criado, nenhuma emoção.
Até que aos 42min Pedro Ken recebeu uma boa bola pela direita e arriscou para o gol do goleiro Gléguer, que só acompanhou a redonda bater na rede pelo lado de fora.A resposta do rubro-negro veio aos 43min, quando Leandro Domingues aproveitou o belo cruzamento do volante Magal e meteu um foguete no meio do gol, à queima roupa, porém o goleiro do Coritiba realizou uma bela defesa e impediu o primeiro gol do rubro-negro.
O apito do árbitro seguiu a finalização de L. Domingues, e de imediato pôs fim a um primeiro tempo sem graça e sem inspiração, o que ocasionou muitas cobranças por parte da torcida, do treinador e dos próprios jogadores. O meia Leandro Domingues, craque do time, saiu de campo reclamando do nervosismo dos atletas e pediu calma aos companheiros de equipe.

-Binedine Bidane entra e muda a história do jogo.
Logo na volta para o segundo tempo, o treinador Carpegiani resolveu dar cara nova ao time: O apagado Willian saiu, dando entrada ao meia Binedine Bidane, com a camisa 8.
Como havia comentado na última quinta, após a partida contra o corinthians, a entrada de Bida havia dado uma maior posse de bola e qualidade de passe ao time, principalmente pelo lado esquerdo onde o meia havia feito várias triangulações com Domingues e Leandro.

A entrada de Bida fez com que o time trabalhasse mais a bola, e logo em sua primeira jogada, aos 3 minutos, Bidane fez um corta luz e recebeu um lançamento preciso do lateral Leandro, mas finalizou mal.
Aos 7, o grande susto da partida: Marcelinho Paraíba cruzou e o atacante Bruno batata escorou de cabeça. A bola caprichosamente passou a menos de 1 metro da trave, assustando a todos os 12.105 torcedores presentes.
O jogo que havia começado lento e sem emoção passou a ser lá e cá, com as duas equipes atacando em busca do resultado positivo.

O Vitória era melhor em campo e a entrada de Bida proporcionou ao time um maior equilíbrio em campo, pois o meia passou a jogar pela esquerda, dando suporte ao lateral Leandro que passou a levar muito perigo ao gol time Paranaense.
Há tempos questionava a pouca utilização do Leandro, principalmente a exploração demasiada de Apodi, uma figurinha já marcada pelos treinadores adversários que procuram neutralizar o motor rubro-negro.

Eis que aos 18 minutos, em uma belíssima jogada o leão abriu o placar.

Vejam só o tira-teima:
Bida recebeu pela meia esquerda e viu Leandro Domingues livre, mas impedido dentro da área adversária, no lado direito. Malandro, Bidane prendeu a bola, olhou para Domingues, que deu uns passos para trás, entrando em condições legais. Bida, atento, percebeu que o companheiro já se encontrava legalmente posicionado e virou a cara, deu o famoso lançamento "de colher", em profundidade, pegando por baixo da bola e deixando Domingues sozinho, cara a cara com o goleiro.Domingues simplesmente dominou carinhosamente a pelota ainda no ar, e deixou a redondinha dar uma suave “quicada” no gramado, mandando em seguida um foguete indefensável para o arqueiro alvi-verde, marcando seu quarto gol na competição:
VITÓRIA 1 X 0 COXA.O gol animou a torcida que passou a empurrar ainda mais o time em busca do segundo gol, que quase saiu com Bida, aos 22, após rápido contra-ataque puxado por Domingues.
O Coritiba tentava reagir, mas não levava muito perigo ao siplente, e seguro, goleiro Gléguer, que aos 32, defendeu um chute fraco do Marcelinho Paraíba.

A partir dos 30 minutos o Vitória apenas administrou o resultado e comemorou ao final da partida a obtenção de mais 03 pontos na competição, e o regresso ao G4, encostando de vez nos líderes.

Apesar do placar magro, os três pontos vieram em uma ótima hora e afastou de vez a probabilidade de crise no relacionamento entre os jogadores e a torcida.
Por sinal a torcida rubro-negra ainda está devendo e precisa comparecer mais ao estádio, pois o apoio em massa é fundamental.

A partida de hoje serviu também para familiarizar o time com o Coritiba, nosso primeiro adversário na Copa Sul-Americana. O primeiro confronto com o Coxa na competição continental acontecerá no dia 13/08/2009 às 19h30min no Estádio Manoel Barradas. Pelo que foi o jogo de hoje, ficou evidente que o time terá que ralar e se superar para avançar à fase seguinte da competição, missão completamente possível de ser concretizada.

Ao fim da partida Carpegiane elogiou o meia Leandro Domingues:
– "Não tem segredo. Nós treinadores do clube trabalhamos com planos. Quando cheguei havia chegado um ou outro jogador. O Leandro Domingues é dos que nasceram aqui, sentem-se bem aqui, como "dono do clube". Então a gente tenta aproveitar os jogadores dentro dessas características. O mérito é deles. E por isso temos uma equipe competitiva e bem organizada."Paulo César Carpegiani.Na próxima rodada o Vitória vai a Florianópolis enfrentar o Avaí no estádio da ressacada. O time Catarinense, que era tido como principal candidato ao rebaixamento, vem de quatro vitórias consecutivas e vai ser um adversário extremamente perigoso. O leão terá pela frente um adversário super motivado, mas que não é imbatível.
Acredito numa Vitória do rubro-negro, e a busca pela liderança na rodada seguinte, contra o São Paulo em casa, com o estádio completamente lotado.

-FICHA DO JOGO

Vitória 1 x 0 Coritiba
Vitória: Gleguer; Wallace, Anderson Martins (Vanderson) e Victor Ramos; Apodi, Magal, Uelliton, Leandro Domingues (Carlos Alberto), Leandro; Willian (Bida) e Roger.
Técnico: Paulo César Carpegiani

Coritiba: Vanderley; Rodrigo Hafner, Jeci, Demerson e Leandro Donizetti; Jailton, Douglas Silva (Rodrigo Crasso), Pedro Ken e Bruno Batata (Hugo); Marcus Aurélio (Renatinho) e Marcelinho Paraíba
Técnico: Renê Simões

Data:26/07/2009 (Domingo)
Horário: 18h30
Local: Estádio do Barradão
Público: 12.105 pagantes
Renda: R$ 244.920,00
Árbitro: Francisco De Assis Almeida Filho( CE)
Auxiliares: Manuel Marcio Bezerra Torres( CE) e Francisco da Silva (CE)
Cartão amarelo: Uelliton, Wallace e Victor Ramos (V); Leandro Donizetti e Marcelinho Paraíba (C)
Cartão Vermelho:0
Gols: Leandro Domingues, aos 18min do segundo tempo

VAMOS, VAMOS NEGÔÔÔ!!


SRN

Confira os resultados dos jogos da 14ª rodada do Brasileirão 2009:
25/07/09 (sábado)
Atlético-PR 1 x 3 Avaí
Botafogo 3 x 2 Internacional
Grêmio 3 x 2 Santo André
26/07/09 (domingo)
Atlético-MG 0 x 1 Goiás
Santos 1 x 2 Flamengo
Corinthians 0 x 3 Palmeiras
Sport 3 x 3 Náutico
Barueri 1 x 2 São Paulo
Vitória 1 x 0 Coritiba
Fluminense 1 x 1 Cruzeiro

Sobre o Brasileirão 2009:
Veja a Tabela de classificação.
Veja apenas os jogos do Vitória.
Veja a artilharia completa.
__________

Vídeo do gol de Vitória 1 x 0 Coritiba - 26/07/09 - 14ª rodada do Brasileirão 2009

home / menu / campeonatos / brasileirão 2009 / partida / vídeo


Vídeos: FutebolBahiano.com
Veja a tabela de jogos do Vitória no Brasileirão 2009.
__________

Músicas do Vitória no Barradão

O pessoal da maior Comunidade do Vitória no Orkut está fazendo uma campanha para que a torcida rubro-negra conheça algumas músicas (gritos) para incentivar o Esporte Clube Vitória em campo, confira:



Confira os vídeos:


__________

Reforço do Vitória 2009: Fábio Ferreira da Silva

Foto: Fábio Ferreira da Silva
Foto: Fábio Ferreira da Silva
Fábio Ferreira da Silva

Apelido/Nome na camisa: Fábio Ferreira
Data de nascimento: 04/10/1984
Natural de: Campina Grande-PB
Altura: 1,87m
Peso: 75kg
Posição: Zagueiro

Carreira
2004-2005: Corinthians-SP
2005-2006: Noroeste (emp.)
2006: Juventude-RS (emp.)
2007: Noroeste-SP (emp.)
2007-21/12/2008: Corinthians-SP
2009-06/2009: Grêmio
23/07/2009-12/2009: Esporte Clube Vitória-BA

Títulos por equipe
2005: Campeonato Brasileiro - Corinthians
2008: Camp. Brasileiro Série B - Corinthians

COMENTÁRIO RELACIONADO
Fábio Ferreira foi contratado por causa da necessidade de ter outras opções de zagueiros além de Marco Aurélio e do trio titular (Wallace, Anderson Martins e Victor Ramos). Antes da vinda de Fábio, o Vitória ainda trouxe das divisões de base o jogador Reniê.

Bom, não conheço o jogador e fui procurar na net, e algo me chamou a atenção, veja o que saiu no Globo Esporte:
Ele (Fábio Ferreira) deixou o treinamento e foi para o banco de reservas, onde colocou gelo no local. Mais tarde, confirmou o incômodo.

- Senti de novo. Vou conversar com o departamento médico. Fico um pouco preocupado, sim. É sempre preocupante - disse o atleta.

Fábio Ferreira está encucado por ter tido o mesmo problema no ano passado, quando defendia o Corinthians, só que no outro joelho. Na época, ele precisou encarar uma artroscopia. Agora, pode ter que passar pelo mesmo procedimento.
Já no site de notícias da Abril, saiu isso:
O zagueiro foi contratado no começo do ano, após uma temporada conturbada no Corinthians. No Tricolor teve pouca oportunidade.

Ainda na pré-temporada, o defensor lesionou o joelho. Sua recuperação foi lenta. Ele acabou atuando somente uma vez com a camisa gremista.
Espero que não tenha sido nada demais e seja lá o que ele tenha tido que já esteja curado.

Por: Lucas Serra

Veja a lista de todos os jogadores (elenco) do Vitória.
__________

Corinthians 2 x 1 Vitória – 23/07/09 - Uma máquina de perder gols

home / menu / campeonatos / brasileirão 2009 / partida 13ª rodada


Corinthians 2 x 1 Vitória – Uma máquina de perder gols
Por: Lucas Rochas [lucas.rochas@yahoo.com.br]

"Não é a toa que eles figuram desde o início no pelotão da frente. Sem dúvidas foi o melhor adversário que pegamos este ano."
Douglas, camisa 10 do Corinthians em entrevista à Rádio Globo São Paulo.


Com este comentário do meio-campista alvinegro Douglas começo este texto. Tenho que admitir que estou Puto da vida, principalmente com o atacante Roger, que nas últimas três partidas influenciou diretamente nos resultados, perdendo gols inacreditáveis. Na noite em que o Ronaldo Fenômeno caiu mediante o grandioso Leão da Barra, o ataque não correspondeu e pontos como estes podem futuramente fazer falta.

O treinador Carpegiane deu ao time uma cara nova. O time se tornou ousado, rápido e agressivo. Diferentemente de temporadas anteriores, quando o time recuava quando jogava fora, o leão da barra este ano assumiu uma nova postura. Uma postura de time grande, o que realmente ele é. As quatro derrotas rubro-negras no certame foram fora de casa, e com exceção da derrota perante o Cruzeiro, a pior partida do leão na competição, perdendo por 2x 0, todas as outras foram por 2 x 1 com o leão dominando e pecando nas finalizações.

Hoje, o Vitória veio a campo nervoso. Marcação atrasada e muitos espaços no meio-campo, proporcionaram ao Corinthians um meio-campo livre, e muito toque de bola. O alvinegro paulista, um time experiente e bem treinado, passou a estudar o rubro-negro baiano, e logo percebeu que à frente da área existia um grande bloqueio defensivo. A partir disto, resolveu testar o arqueiro rubro-negro que, diga-se de passagem, está numa excelente fase, e fez duas grandes defesas:
-Uma aos 8 minutos, em chute do Morais e outra aos 10, em chute do Dentinho.

Aos 15, eis que o grandioso Ronaldo Fenômeno sucumbiu ao também grandioso Leão da Barra, indo ao chão em uma cobrança de falta. No contra-ataque puxado por L. Domingues, Roger finalizou bem, mas o goleiro Felipe defendeu.

Sem saída de bola e sufocado pelo meio-campo Corintiano, Ronaldo se redimiu, e aos 20 minutos deu um lindo passe para Dentinho, que simplesmente fez um gol de craque, daqueles que só não dá gosto de ver por ter sido em cima do Vitória. Victor Ramos, como um mero espectador, apenas acompanhou a pintura.
Corinthians 1 x 0 Vitória.

O gol fez com que o leão desse uma "acordada", e aos 28, em uma jogada ensaiada (Maravilhosa, por sinal!) L. Domingues fuzilou, pena que foi meio do gol. O Goleiro Felipe, recebeu a bola em sua direção, pegando fogo, e espalmou para o lado. Mais eficiente, o Corinthians não desperdiçou sua oportunidade. Douglas deu um passe em profundidade pelo meio da zaga rubro-negra, Victor Ramos, acompanhando Ronaldo, olhou para A. Martins, que olhou para Victor Ramos, nenhum dos dois foram na bola e o zagueiro Jean, que não tinha nada a ver com isto, apenas teve o trabalho de tirar do goleiro Víafara e marcar o segundo tento do alvinegro na partida:
Corinthians 2 x 0 Vitória.

O Vitória insistentemente abusava, e irritava, tentando jogar apenas pela direita. Já visado, o lateral Apodi recebeu marcação especial nas duas últimas partidas, e o Vitória ainda insiste em apenas explorá-lo. O lateral esquerdo Leandro, aparece pouco, mas quando aparece causa perigo, e aos 43 deu um passe lindo, deixou Apodi na cara do gol, só faltando dizer: "Faça meu filho, faça!". O maluco-beleza mais querido do Brasil não se fez de rogado e diminuiu o placar para o rubro-negro:
Corinthians 2 x 1 Vitória.

DETALHE DA JOGADA: Neste gol ficou evidente a jogada que Paulo César Carpegiane tentou utilizar contra o CAM no Barradas e não deu certo, com os dois Laterais aparecendo pelo meio, sendo que o Apodi surge de surpresa por trás da zaga como segundo atacante.

E fim de um primeiro tempo que teve Willian apagado, Leandro pouco acionado pela esquerda, L. Domingues prendendo muita bola, a zaga batendo cabeça e o meio marcando muito atrás.

Mudando da água pro vinho, comentei com meu tio no intervalo da partida que alem de treinar finalizações Roger também deveria fazer um treinamento físico de arranques em 25/35 metros, da mesma forma que faz o Kleber Pereira, atacante do Santos. O nosso atacante até sai da área, se movimenta, mas não ganha uma bola em velocidade. Fica a sugestão.

-SEGUNDO TEMPO: ROGER DECIDE MAIS UMA PARTIDA, PENA QUE NEGATIVAMENTE.

Começo do segundo, e de cara, uma nova postura em campo. Marcação adiantada e muitas bolas roubadas no meio-campo deram ao Vitória o domínio total da etapa complementar. Willian continuava escondido da partida. Magal me lembrava Renan, marcando muito, mas errando muitos passes e o Leandro Domingues ainda prendia muita bola. Apesar dos pesares O VITÓRIA ERA SOBERANO E PARECIA QUE JOGAVA EM CASA.

Logo no começo do segundo tempo o leão da barra partiu para cima do adversário, e antes dos 10 minutos já tinha levado perigo ao gol adversário por diversas vezes. Com 1 minuto Apodi caiu na área, mas o juiz nada marcou, e achei que ele, desta vez, acertou. Falando no meliante, quero até saber qual o livro de regras que ele leu, e qual o número da regra que diz que encostar em Ronaldo é falta. Ô nojeiraaaa, era só encostar nele que o juiz apitava.

Com apenas 10 minutos do segundo tempo, e sentindo que perdia o domínio da partida o treinador Mano Menezes tratou logo de modificar o time, pondo Jorge Henrique, no lugar de Morais, tentando dar mais velocidade à sua marcação e saída de bola. Nada adiantou. O leão dominava e o segundo gol parecia questão de tempo. Aos 11 A. Martins quase marcou. Em um torpedo pela diagonal direita, tirando tinta da trave adversária. Roger se movimentava muito, e o time mesmo dominando a partida não colocava a bola no chão, insistindo em lançamentos para a área.

O jogo transcorria, o Vitória dominava completamente a partida, mas não marcava o gol. Tal situação me fez lembrar um camarada que só anda atrás da mulherada mas, cerca, cerca e não fura ninguém.

Aos 30 minutos Carpegiane substituiu o apagado Willian pelo Bida, e a partir daí o time passou a colocar mais a bola no chão, tendo uma maior consitência no meio e trocando mais passes, principalmente pela esquerda.

Até que aos 33 minutos do segundo tempo o atacante Roger quis aparecer. Tendo em vista que o mini-curso intitulado de "Como perder muitos gols em uma partida", ministrado por ele após os jogos contra o Náutico e o CAM fez sucesso, ele resolveu abrir um ressalvo para mais uma turma(Espero que tenha sido para apenas uma turma mesmo!!) acrescentando apenas mais uma palavra ao tema:
"Como perder muitos gols INACREDITÁVEIS em uma partida".

Parafraseando o trecho de uma música da Banda Clave, da qual meu brother Léo Bonadie é baterista: "Procuro uma maneira pra dizer tudo o que sinto por vc", me limitarei a ser irônico e não comentarei este lance, caso contrário adjetivarei o camisa 9 do leão da barra com termos muito esdrúxulos e de baixo calão.

Deixo bem claro que não estou aqui para desmerecer o trabalho de ninguém. Críticas construtivas existem, e os atletas como "pessoas públicas" estão expostos a isto, devendo contornar tais situações e dar a volta por cima em campo, com a correção dos erros. Não desmereço o trabalho de Roger em um todo, afinal de contas, ele já tem 8 gols na competição e 8 gols não são feitos a toa, mas já são três partidas consecutivas com gols relativamente fáceis perdidos. Deixo o termo relativo, pois como diz o ex-jogador e grande comentarista Tostão: "Criticar depois do jogo, achando tudo simples é fácil, o difícil é estar ali e participar." Uma coisa é certa, estes pontos perdidos nas últimas partida poderão pesar negativamente mais a frente. Espero que tais erros sejam acertados, e nos momentos decisivos o time tenha competência suficiente para converter tais oportunidades.

Aos 35 Carpegiane colocou Itacaré no lugar de Magal, dando uma maior referência ofensiva ao ataque e deixando Bida como segundo volante.

O juiz, tendencioso ao extremo, amarelou os três zagueiros. Até quando isto vai durar? Até quando teremos faltas invertidas, cartões amarelos desnecessários e seremos garfados?

Para finalizar o jogo:
-Mais uma finalização bizarra de Roger, aos 42.
-Ramon substituiu o Apodi, aos 43.
-Anderson Martins mandou um tirambaço de fora da área, o goleiro Felipe espalmou e o juiz erroneamente deu tiro de meta para o alvinegro paulista, aos 44.
-Víafara fez um milagre, em uma grande defesa aos 46.

Em seguida, fim de jogo, e mais uma injusta derrota rubro-negra fora de casa. O técnico Paulo césar Carpegiani acredita que o time tem jogado melhor fora que dentro de casa. "Nós impusemos nosso ritmo no segundo tempo, perdemos gols incríveis. O corinthias teve dois lances e fez dois gols. Nós tivemos seis chances e só fizemos um". Pela segunda vez em 13 rItálicoodadas o Vitória não está entre os quatro primeiros colocados. O time está conseguindo o mais díficil, que é deixar os atacantes livres para finalizar, cara a cara com o gol.Agora é afinar a pontaria e partir para cima do Coritiba neste domingo, no horário escroto de 18:30, com o apoio massivo da torcida.

Vamos Leão, em busca da reabilitação.

FICHA DO JOGO:

CORINTHIANS 2 X 1 VITÓRIA
Corinthians: Felipe; Diogo, Chicão, Jean e Diego; Jucilei, Elias, Morais (Jorge Henrique) e Douglas (Moradei); Dentinho (Marcinho) e Ronaldo
Técnico: Mano Menezes

Vitória: Viáfara; Wallace, Anderson Martins e Victor Ramos; Apodi (Ramon), Uelliton, Magal (Itacaré), Leandro Domingues e Leandro; Willian (Bida) e Roger
Técnico: Paulo César Carpegiani

Data: 23/07/2009 (quinta-feira)
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e Ubirajara Ferraz Jota (PE)
Público: 23.600 pagantes (total de 24.912)
Renda: R$ 790.364,50
Cartões amarelos: Elias, Dentinho, Felipe (COR); Magal, Wallace, Victor Ramos, Anderson Martins (VIT)
Gols: Dentinho, aos 21min, Jean, aos 30min, e Apodi, aos 42min do primeiro tempo

Irritado com "incompetência", dirigente do Vitória promete trazer atacante

O vice-presidente de futebol do Vitória, Jorge Sampaio, não se conteve com os gols perdidos pelo atacante Roger e pelo meia Willian no segundo tempo da partida contra o Corinthians e prometeu reforçar o ataque da equipe."Foi incompetência nossa de não fazer os gols, o Vitória jogou de igual para igual, o esquema está funcionando, mas isso não adianta se não soubermos finalizar", disparou o dirigente.Jorge Sampaio disse que até a próxima semana espera anunciar um reforço para o setor. "Esperamos poder anunciar o nome de um atacante para brigar com o Roger pela camisa 9", declarou.Sampaio admitiu estar negociando com um atleta, mas negou que fosse do exterior. "Ele fala portugues, está no Brasil e joga num grande time". O nome de Tuta, do São Caetano, é o mais cotado.

POR: Uol esporte.com

SRN

Confira os resultados dos jogos da 13ª rodada do Brasileirão 2009:
22/07/09 (quarta-feira)
Santo André 0 x 2 Cruzeiro
Avaí 1 x 0 Grêmio
Flamengo 1 x 1 Barueri
Santos 1 x 0 Atlético-PR
Goiás 2 x 1 Palmeiras
Náutico 2 x 2 Botafogo
Internacional 2 x 2 São Paulo
23/07/09 (quinta-feira)
Corinthians 2 x 1 Vitória
Atlético-MG 2 x 1 Fluminense
Coritiba 1 x 1 Sport

Sobre o Brasileirão 2009:
Veja a Tabela de classificação.
Veja apenas os jogos do Vitória.
Veja a artilharia completa.
__________

Vídeo dos gols de Corinthians 2 x 1 Vitória - 23/07/09 - 13ª rodada do Brasileirão 2009

home / menu / campeonatos / brasileirão 2009 / partida / vídeo


Vídeo: FutebolBahiano.com
Veja a tabela de jogos do Vitória no Brasileirão 2009.
__________

Segundo ensaio da Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues

Hoje o Vitória enfrenta o Corinthians às 21:00h no Pacaembu. Leia sobre a preleção da partida no blog de Fábio Monteiro, aproveite e leia sobre o que Carpegiani acha sobre a partida no site oficial do Vitória, segundo ele "Vitória não tem que provar nada para ninguém".

Bom, na hora da partida, ouça a transmissão ao vivo de Corinthians x Vitória através dos links de rádios daqui de Salvador. E para finalizar, aproveite as fotos do 2º ensaio da Musa do Vitória. Se você não viu, veja o 1º ensaio da musa (que está melhor que este!).

Musa do Vitória 2009 - Monique RodriguesMusa do Vitória 2009 - Monique RodriguesMusa do Vitória 2009 - Monique RodriguesMusa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues
Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues
Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues

Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues
Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues

Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues
Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues

Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues
Musa do Vitória 2009 - Monique Rodrigues

Veja tudo sobre a musa Monique Rodrigues! Fotos, Vídeo, Papel de Parede...
__________

Resultado de Enquete - 19: Como você avalia os dirigentes do Vitória?

Chegamos na metade de 2009 e o Esporte Clube Vitória já tem alguns frutos colhidos. Uma boa/razoável colocação na Copa do Brasil e um título baiano, isso só falando do time profissional, pois dos times da base e outros esportes o clube conseguiu outros feitos.

O Brasileirão ainda está no seu início (digamos assim) e a Copa Sul-Americana está por vir, e atualmente a torcida está esperançosa por bons resultados. Pelo que o clube está fazendo em 2009 resolvi criar a enquete:

"Como você avalia os dirigentes do Vitória?"

Opções de resposta:
-> Excelente
-> Ótima
-> Boa
-> Regular
-> Ruim

Resultado: [na ordem de votação - Total de votos: 1.145]
-> Boa----------- [407 votos - 35,55%]
-> Excelente---- [265 votos - 23,15%]
-> Ótima-------- [254 votos - 22,18%]
-> Regular------ [138 votos - 12,05%]
-> Ruim--------- [81 votos - 7,07%]

Somando as opções "Boa", "Excelente" e "Ótima" o resultado é a expressiva marca de 80,88% de aprovação! Para a direção de um clube grande como o Vitória, deve ser um motivo de orgulho pelo trabalho que vem sendo feito até aqui. Lembrando que essa taxa de aprovação deve ter alcançado esta marca não só pelos resultados de 2009, mas dos resultados dos últimos 3 anos e alguns meses.

O clube está equilibrado, com as contas em dia, com bons jogadores revelados pelas divisões de base, com a torcida cada vez mais presente (comparando com os anos anteriores) e a expectativa para o sucesso é muito grande. Vamos todos torcer para que o bom trabalho dos atuais dirigentes do Vitória possam se transformar em títulos.

Ah! Faça a sua parte, ajude o Vitória!

Por: Lucas Serra

Se você tiver alguma sugestão para enquete, envie para o blog.
Para ver outros resultados, clique aqui.
__________

Apodi facts 3

Depois do Apodi facts 1 e Apodi facts 2, saiu no Barradão On-Line, através de Tiago, o Apodi facts 3! Confira!

Continua a lista de fatos sobre o mito: Apodi.

44- Apodi cobrou um escanteio e fez o gol de cabeça.

45- Procure no Google: “Apodi perde na corrida”. A resposta será “Nenhum resultado encontrado para ‘Apodi perde na corrida’”. Não é difícil imaginar o porquê.

46- Apodi nunca foi corno. Sempre chegava antes do Ricardão.

47- Mesmo que fosse corno um dia, Apodi seria o primeiro a saber.

48- Apodi não venceria um duelo de força contra Chuck Norris. Mas quem disse que ele conseguiria acertar Apodi?

49- Moisés jamais abriu o Mar Vermelho em dois. Isso foi Apodi que passou correndo.

50- Um raio nunca cai duas vezes no mesmo lugar em que Apodi está. Ele sabe que após não acertar Apodi, ele vai estar bem longe daquele lugar.

51- Uma coisa faz Apodi achar que não gostam dele. As placas de trânsito que dizem “Pare”.

52- Apodi não criou o conceito de fast food. Apodi criou o conceito de super mega extreme advanced speed of the light food, mas até hoje nenhuma lanchonete conseguiu aplicá-lo.

Apodi - Lateral do VitóriaImagem/montagem: Matheus Caldas

53- Apodi nunca dá voltas ao redor do campo. Quando fez isso, quase se contundiu ao se chocar com ele mesmo no ponto em que partiu.

54- Apodi nunca envia e-mails, nem usa o telefone. É muito mais rápido ir falar pessoalmente.

55- Se o pai de Nemo fosse Apodi, o filme seria um curta-metragem. De 12 segundos.

56- Certa vez, cansado de tanto apanhar de Dona Florinda, Seu Madruga pediu a Apodi que desse umas dicas para correr tanto. Resultado: ele continuou apanhando. Ninguém consegue chegar nem perto do que Apodi faz.

57- Quando criança, os amiguinhos de Apodi nunca o deixavam brincar de pega-pega.

58- Quando brincava de esconde-esconde, nunca achavam Apodi. Ele ia se esconder no Alaska.

59- O que é? O que é? Cai de pé e corre deitado? Não é Apodi. Ele não consegue cair de pé.

60- Dois clubes foram fundados para homenagear Apodi: Rapid Viena e Fast Clube.

Se você sabe de alguma verdade sobre Apodi que não está aqui, envie para tiagoferreirab@gmail.com. Ela poderá estar nos próximos "Apodi facts".

(*) Agradecimento pelas colaborações de Irlan Simões, Cláudio Heinze e Tácio Alves.

Tiago Ferreira Bittencourt
__________

Elenco do Vitória 2009/2010/2011/2012/2013: zagueiro Reniê Almeida da Silva

Reniê Almeida da Silva - EC Vitória
Reniê Almeida da Silva - EC Vitória
FICHA DO JOGADOR
Nome: Reniê Almeida da Silva

Apelido/Nome na camisa: Reniê
Data de nascimento: 10/04/1989
Natural de: Feira de Santana-BA
Altura: 1,83m
Peso: 80kg
Posição: Zagueiro

// Notícias relacionadas do zagueiro Reniê aqui
__________

Elenco do Vitória 2009/2010/2011/2012: volante Elton Charles Figueiredo da Silva

Foto: Elton Charles Figueiredo da Silva - EC VitóriaFICHA
Nome: Elton Charles Figueiredo da Silva

Apelido/Nome na camisa: Elton
Data de nascimento: 12/02/1986
Natural de: Cuiabá (MT)
Altura: 1,78m
Peso: 74kg
Posição: Meia

CARREIRA
Chegou ao EC Vitória em 01/11/1999 (divisões de base).

11/06/07-31/12/07: Esporte Clube Vitória-BA
01/01/08-31/05/08: Assoc. Esportiva Jataiense-GO (empréstimo)
01/06/08-31/12/08: Esporte Clube Vitória-BA
01/01/09-10/05/09: Clube Náutico Marcílio Dias-SC (empréstimo)
11/05/09-09/09/09: Esporte Clube Vitória-BA
01/09/09-31/12/09: Joinville Esporte Clube-SC (empréstimo)
01/01/10-02/02/10: Esporte Clube Vitória-BA
03/02/10-12/2010: Joinville Esporte Clube-SC (empréstimo)
01/2011-02/2012: Esporte Clube Vitória-BA
02/2012: Comercial-SP (empréstimo - previsão: até 05/2012)

UPDATE
22/12/09 - Análise dos goleiros, zagueiros, volantes e laterias do Vitória em 2009
04/02/10 - Elton vai para o Joinville na troca por Aldair


// Confira o elenco do Vitória 2009
// Confira o elenco do Vitória 2010
// Confira o elenco do Vitória 2011

// Confira o elenco do Vitória 2012
__________

Vitória 0 x 0 Atlético-MG - 19/07/09 - A Tarde dos gols perdidos

home / menu / campeonatos / brasileirão 2009 / partida 12ª rodada


VITÓRIA 0 X 0 CAM - A TARDE DOS GOLS PERDIDOS.
Por: Lucas Rochas §iquilho
lucas.rochas@yahoo.com.br

Dia chuvoso, apenas 16.101 torcedores no estádio, confronto contra o segundo colocado, zaga totalmente desfalcada, e anúncio da provável saída do atacante Roger, artilheiro do time no brasileiro, para um clube do exterior. Tais notícias anunciadas antes da partida serviram para apimentar ainda mais a partida e deixaram o torcedor rubro-negro ainda mais atento, com os olhos abertos.

Em campo as duas grandes surpresas da competição tentavam mostrar para todos que não eram meros cavalos Paraguaios, e justamente por isto o primeiro tempo foi de muita cautela com os dois times se estudando em um começo de jogo truncado.
O Vitória pecava pelo nervosismo e pela insegurança do seu sistema defensivo no inicio do jogo, enquanto o Atlético jogava pelas pontas em alta velocidade mas sentia a falta do seu goleador, Diego Tardelli, como referência na área.

Carpegiane, cauteloso, evitou escalar dois zagueiros inexperientes e montou um novo esquema: "Eu tinha a opção de escalar dois meninos, o Gabriel e o Renier, mas achei que juntos eles iam sentir muito a pressão, por isso optei por apenas um, improvisando o Carlos Alberto e o Uelliton na zaga", explicou. Logo aos 9 minutos Leandro Domingues roubou uma bola pela direita e lançou o lateral Apodi, que cara a cara com o gol tocou rasteiro na saída do goleiro, e a bola caprichosamente passou pela frente do gol. O jogo era tenso, e o Atlético também partia para cima, sempre pela direita da defesa do leão, com um ótimo toque de bola, e todas as suas jogadas em velocidade trazendo perigo à zaga rubro-negra.

Apodi, que sempre é o grande destaque do time, estava deslocado em campo.Posicionado no meio-campo, mais uma vez o lateral não rendeu muito. Acho que o treinador novamente foi infeliz neste posicionamento tático. O forte do Apodi é a sua velocidade e deixa-lo no meio campo mata completa isto. Carlos Alberto, figura que sempre recebe as minhas críticas, esteve muito bem hoje. Ainda precisa ser mais simples e objetivo, mas hoje apareceu bem na partida. Uéllington é outro que vem jogando muito! Magal, substituindo o ídolo Vanderson, tem crescido muito de produção e surpreendendo a todos.

Em um jogo muito disputado no meio-campo as claras oportunidades de gol foram poucas.
Ainda no primeiro tempo, aos 45 minutos, o lateral Leandro efetuou um excelente cruzamento, e Roger, impedido, com uma bela cabeçada marcou o gol, anulado pelo bandeirinha. Falando em arbitragem, mais uma vez esteve tendenciosa, com muitas faltas e lances sendo invertidos, mas não influenciou diretamente no resultado da partida. E com esta maresia, monotonia e chatice o primeiro tempo acabou: O Atlético com maior posse de bola e o Vitória com os lances mais perigosos.

Na volta do intervalo ambos os times voltaram com a mesma escalação, mas o leão da barra voltou com mudanças táticas. Carpegiane adiantou a marcação, dando mais volume de jogo e apertando a saída de bola do galo. A diferença era notável e o leão voltou a campo encurralando o time mineiro.

O segundo tempo da partida pode ser representado por dois jogadores:
-Leandro Domingues em uma tarde super inspirada.
-Roger, perdendo gols feitos.
Logo aos cinco minutos Leandro Domingues dominou no ar dando o chapéu em um adversário, sem a bola cair deu chapéu em outro, deixou a bola suavemente tocar o gramado, virou a cara e disse “vai meu filho, faça mais um”, deixando o artilheiro do Brasileirão cara a cara com o goleiro Aranha. “Nas condições normais de temperatura e pressão” o atacante rubro-negro simplesmente teria metido um foguete, mas querendo bater com classe deu um chute fraco e ridículo nas mãos do goleiro Aranha, quase um recuo de bola. O primeiro da série: “Como perder muitos gols em uma partida”.

Enquanto o clube mineiro apenas se defendia, o leão queria manter os 100% de aproveitamento em casa e partia para cima. Aos 16, Roger, novamente ele, perdeu mais uma, driblando dois zagueiros e finalizando em cima do goleiro aranha. Aos 26, cruzamento preciso, Roger sobe e... bola cabeceada nas mãos do goleiro aranha.

O Vitória insistia muito, com o time todo se movimentando muito, enquanto Apodi destoava de todos, parado no meio-campo. A meu ver, o treinador Paulo César Carpegiane tentou inovar, promovendo uma alternância entre os laterais. A jogada que poderia confundir a marcação adversária acabou confundindo os seus próprios jogadores e apenas em três oportunidades deu certo: Duas com Leandro caindo pela direita e uma com Apodi pela esquerda.

Enquanto isto, Roger jogava bem: Marcava, saia para receber a bola, aparecia pelas pontas, mas abusava de perder gols. Aos 30 minutos bola alçada na área, desvio leve do zagueiro adversário e sobra limpa, livre, leve e solta para o artilheiro Roger na pequena área. Ele domina a pelota com categoria, pisando na bola, olha para o goleiro e bate fraquinho, mas com classe...caprichosamente na trave!! Ele não acreditou, muito menos eu!! Assisto aos jogos sempre na curva antes da torcida uniformizada Os imbatíveis, e acompanhei o lance a menos de 50 metros. Inacreditável. Me limitei a lembrar daquelas partidas em que a pelotinha teima em não entrar e percebi que estávamos numa situação dessas, mas ainda assim achava que venceríamos, e que o gol sairia.

A entrada de Bida no lugar do Willian deu ao time mais qualidade de passe, mas tirou a velocidade. Bida deveria ter substituido o meia Gil. Bida acabou entrando bem, e aos 36 minutos recebeu uma bola pelo meio e passou pelo marcador, que acabou cometendo falta. Na cobrança, ele soltou o pé, mandando um foguete. O goleiro Aranha bateu roupa e espalmou para frente, na jogada Apodi e Domingues que percebe que não chegará a tempo e deixa a bola para Apodi, em melhores condições, que isola, no último lance de perigo da partida.

As duas equipes voltam a campo na próxima quinta-feira. O Atlético-MG recebe o Fluminense no Mineirão, enquanto o Vitória enfrenta o Corinthians no Pacaembu. Apesar do resultado o placar não representou o que foi o jogo, sendo muito injusto e horrível para o leão que agora está a 4 pontos dos lideres e ocupando a 4ª colocação ao lado do Barueri, levando vantagem por possuir uma vitória a mais. O empate de hoje obriga o Vitória a partir para cima do Corinthians na próxima partida. Não se pode chorar pelo leite derramado e agora é absorver os erros de hoje e treinar com o intuito de corrigi-los.

O time toda esteve bem, e jogadores como Roger e Apodi já salvaram o clube em outras oportunidades, por isto não devem ser crucificados. Agora é treinar e manter a constância, sempre jogando bem, buscando o resultado. Segundo o atacante Roger, grande personagem da partida devido os gols perdidos, - Tem dia que as coisas não saem como a gente quer. Procurei finalizar com qualidade, mas não deu. Vamos para a próxima – afirmou.

Para o treinador Carpegiani, o Vitória teve uma atuação instável apenas no primeiro tempo, quando teve muitas dificuldades para conter as jogadas de ataque do adversário pelo lado esquerdo, com Evandro e Eder Luís. "Mas no segundo tempo não demos a menor chance para o Atlético-MG", ponderou. - Nós só tínhamos volantes para improvisar na defesa. Na sexta-feira à noite, fizemos um treino que me deu a convicção da posição que eu deveria tomar. Eu não tinha dúvidas que o time teria que ser este, mas não merecíamos estas coisas que acontecem no futebol. Criamos demais, mas não fomos felizes nas conclusões. Hoje não fomos felizes e deixamos de ganhar mais dois pontos. Eu não acredito em azar e sim em competência. Tivemos uma maior posse de bola, mas hoje não era o nosso dia mesmo e faltou competência para colocar a bola para dentro – comentou, em entrevista ao site oficial do clube.

FICHA TÉCNICA DO JOGO
VITÓRIA 0 x 0 ATLÉTICO-MG

Vitória:Viáfara; Carlos Alberto, Uelliton e Renier (Robson); Apodi (Edson), Magal, Gil, Leandro Domingues e Leandro; Willian (Bida) e Roger. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

Atlético-MG:Aranha, Carlos Alberto (Serginho), Uerlei, Welton Felipe e Thiago Feltri; Renan (Alex Bruno), Márcio Araújo, Jonílson e Evandro; Éder Luis e Alessandro (Cléber) Técnico: Celso Roth.

Data:19/07/2009 (Domingo)
Local: Barradão, em Salvador
Árbitro: Pedro Luís Vuaden (RS)
Renda: R$ 327.880,00
Público: 16.101 pagantesC
artões amarelos: Apodi, Viáfara, Gil, Aranha e Uerley

CONTRATAÇÃO

Para evitar ser novamente obrigado a recorrer ao improviso, o treinador anunciou a contratação do zagueiro Fábio Ferreira, jogador do Grêmio, com quem trabalhou no Corinthians. "A indicação foi minha. É um jogador rápido, firme, e que sabe jogar. Não podemos mais ser pegos de surpresa como fomos contra o Atlético-MG".

PROVÁVEL SAÍDA DE ROGER

Mais um vez o Vitória corre risco de perder sua referência no ataque. Neste domingo (19), a diretoria do Vitória anunciou que um clube europeu está interessado no futebol do atacante Roger. Como o jogador pertence ao São Paulo e está empresto ao Vitória, a transação nem passa pelo conhecimento dos dirigente Rubro-negros. Porém, a diretoria do São Paulo já avaliou que não vale à pena vender o jogador e a diretoria do Vitória continua alisando o tricolor paulista para não perder o artilheiro. "Realmente existe um interesse no Roger e uma cláusula no contrato dele permite uma transação do jogador com o exterior. Mas estamos em contato direto com o Juvenal Juvêncio do São Paulo e eles não estão interessados em vender o jogador. Vamos aguardar, mas eu acredito que o Roger vai ficar com a gente", afirmou o dirigente Jorginho Sampaio na rádio Transamérica. O cartola também declarou que se reuniu com o presidente Alexi Portela e decidiram correr atrás de outro camisa nove, plano esse que havia sido abortado com consentimento de toda diretoria. "Vamos arranjar um jeito de trazer outro atacante. Não podemos correr risco de ficar sem um goleador, como aconteceu ano passado com a perda de Dinei. Conversei com Alexi e ele concordou", finalizou Sampaio. Os dirigentes podem tentar retomar negociações com jogadores do Cruzeiro.


Confira os resultados dos jogos da 12ª rodada do Brasileirão 2009:
18/07/09 (sábado)
Palmeiras 1 x 0 Santo André
Fluminense 1 x 4 Goiás
19/07/09 (domingo)
Grêmio 2 x 1 Internacional
São Paulo 2 x 1 Santos
Atlético-PR 0 x 0 Coritiba
Vitória 0 x 0 Atlético-MG
Cruzeiro 1 x 2 Corinthians
Barueri 4 x 0 Náutico
Sport 1 x 3 Avaí
Flamengo 2 x 2 Botafogo

Sobre o Brasileirão 2009:
Veja a Tabela de classificação.
Veja apenas os jogos do Vitória.
Veja a artilharia completa.
__________
Siga o ECVitóriaNotícias no Twitter: @ecvnoticias

Últimas notícias

Postagens populares (última semana)

Postagens populares (últimos 30 dias)

CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 (28ª rodada)

Jogo ao vivo: Sport x VITÓRIA .


Dia: 12/10/14 (domingo)

Horário: 18:30h (hor. de Brasilia)


Links das rádios/tv na web:


Rádio Metrópole 101,3 FMRádio Transamérica 100,1 FMRádio TudoFM 102,5Rádio Itapoan 97,5 FMRádio CBN 100,7 FMRádio Sociedade 740 AMRádio Excelsior 840 AM