Cadastre seu e-mail para receber notícias do Vitória

Você receberá um e-mail com um link, clique nele para ativar e confirmar sua inscrição. Caso não tenha recebido, cadastre-se novamente.

Das coisas que só acontecem com essa gestão e de um jogo franco, bonito e melhor pra gente!

Alô vitorianos bravos e guerreiros!!!

Passada a ressaca da perda do baiano e dos efeitos de se “perder” um clássico valorizando demais o título das sardinhas, voltamos nossas atenções para a Copa do Brasil. Aquele torneio que sempre nos pareceu distante, mas ao mesmo tempo tão perto e, especialmente, depois de 2010 quando conseguimos, com um time limitadíssimo, chegar numa final e venceríamos qualquer adversário menos o Santos de Neymar e Ganso.

Vitória e Coritiba fizeram um jogo muito aberto, franco e vibrante, mas a noite da última quarta foi uma daquelas onde a bola dá uma de teimosa e não entra. Nem para um lado, nem para outro e a sensação ficou de que os dois times iriam jogar mais dois dias e ela, emburrada, não entraria de jeito nenhum.

Pois bem, de todos os resultados fora nosso triunfo, o empate sem gols na Copa do Brasil é o melhor para quem jogou a primeira em casa. Tudo continua em aberto, jogamos por até um gol, já começamos a partida indo pros pênaltis e temos mais placares possíveis de se conquistar a vaga que o adversário.

O que mais me deixou contente foi que contra os adversários ditos de série A, esse ano ainda não perdemos e, pelo contrário, fizemos excelentes partidas. Ou seja, não nos deixa dúvidas de que precisamos de reforços, mas não estamos num nível tão distante daquilo que nós merecemos. E contra o coxa em especial, pois jogamos com muitos desfalques, improvisação e jogadores com total falta do ritmo corriqueiro do jogo e de entrosamento, vindos da perda de um título e enfrentando um time empolgado justamente por ter sido campeão em seu estado.

Infelizmente Neto, artilheiro do Brasil, teve uma noite de pontaria muito ruim, mas por outro lado tivemos muita sorte nos gols perdidos pelo Coritiba. Achei, inclusive, desnecessárias e sem propósito as vaias para o time que criou, se entregou e não saiu com um resultado de todo ruim.

Mas enfim, nossa meta é subir. Como havia dito antes, tudo que viesse e vier no futuro seria/será cereja de bolo. E ainda confio muito na classificação.

Bola pra frente mais uma vez porque nesse calendário louco do futebol brasileiro, sábado já começa nossa verdadeira guerra e nosso foco tem que ser total. Nosso leão estreia contra o Barueri em São Paulo e tem tudo para já dar arrancada rumo à série A triunfando. Com Marquinhos voltando a se adaptar, Neto melhorando a pontaria e nossa dupla de volantes titulares retornando para proteger melhor nossa zaga, com certeza faremos um jogo melhor. Ainda vamos ter a estreia de Carlinhos na lateral-direita que, no mínimo, já será um especialista na posição. Entraria ainda com Gabriel Paulista no lugar de Rodrigo, mas isso agora já é problema para Paulo César Carpeggiane resolver.

Não sou contra sua vinda. Pelo contrário. Perceba nesse texto aqui minha opinião: http://globoesporte.globo.com/platb/ba-torcedor-vitoria/2012/04/25/e-se-vier-pcc/ . Meu maior problema é que essa gestão é muito confusa. É jogador que vem e não vem mais, é técnico que está certo e no minuto seguinte muda de opinião, é momento inadequado para tomar algumas decisões. Enfim… mais uma trapalhada dessa diretoria que do profissionalismo em todos os setores do clube passou longe. Torcer, como sempre, para essa trapalhada não atrapalhar nosso caminho. E que Ricardo Silva possa ajudar PCC a motivar esses jogadores que, não sei como nem porquê, jogam muito e sempre pelo paizão.

Sábado começa nossa contagem regressiva! Que sejamos agressivos, vencedores e que nossas cores se espalhem ao longo desses 7 meses de competição.

Saudações leoninas.

Por: Larissa Dantas (Blog do Vitória no GloboEsporte)

PS 01 – Não deixe de acompanhar a excelente leitura do jogo do colaborador André Dantas, o snowman: http://canalecvitoria.com/?p=5363

PS 02 – E Douglas hein? Juro que temi demais por ele, mas até que salvou em muitos lances. Porém será que custa muito rebater as bolas pro lado e não para frente?
__________
Comentários
4 Comentários

4 comentário(s):

Anônimo disse...

Larissa!
Só para lembrar: Nós ganhamos do Santos na final da Copa do Brasil de 2010 no Barradão por 2 X 1, só que perdemos na Vila Belmiro por 2 X 0, aí sim perdemos o titulo.

Ass.: Roberto Costa

Leo disse...

Larissa posso lhe fazer uma sugestão de pauta? Discuta, reflita sobre a necessidade de democratização do clube. Reforma do estatuto para que sócios torcedores possam votar. Esse é o caminho para a modernização do Vitória e creio que essa diretoria não teria nenhuma chance para fazer suas trapalhadas com um processo de escolha transparente e democrático.

LAERTE DE OMOLU disse...

O Vitória não pode ficar escolhendo adversários ,
pois é um time grande e frequentemente vai chegar
a finais. E só chega a finais times qualificados.
Portanto , sempre pegaremos em finais times grandes , times bons e nós temos de estar preparados.
Que venha o são paulo!

ze moreno disse...

larissa voce tem que se candidatar a presidençia do vitoria quem sabe ganharemos um titulo nacional com uma mulher na presidencia do clube.

Postar um comentário

Siga o ECVitóriaNotícias no Twitter: @ecvnoticias

Últimas notícias

Postagens populares (última semana)

Postagens populares (últimos 30 dias)

CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 (19ª rodada)

Jogo ao vivo: Santos x VITÓRIA .


Dia: 06/09/14 (sábado)

Horário: 18:30h (hor. de Brasilia)


Links das rádios/tv na web:


Rádio Metrópole 101,3 FMRádio Transamérica 100,1 FMRádio TudoFM 102,5Rádio Itapoan 97,5 FMRádio CBN 100,7 FMRádio Sociedade 740 AMRádio Excelsior 840 AM