20 de março de 2008

Mais ou menos

Mais ou menos sim, apesar da derrota. O Vitória jogou retrancado e apostou nos contra-ataques, mas isso não deu certo, e das poucas vezes que poderia acontecer um bom lance~os jogadores erraram, principalmente o Michel.

O time do Vitória continua com os erros de marcação, marcação que digo é ainda no campo de defesa do adversário. Errando nos passes e ainda a falta de boa localização em campo, os rebotes foram sempre do Paraná. Como o time entrou retranqueiro, o goleiro do Paraná pouco tocou na bola no primeiro tempo. O Paraná também não estava muito bem em campo, só que o Vitória não soube aproveitar.

Tomou mais um gol de bola parada, Ney não teve culpa desta vez. Vadão demorou pra ver que o ataque nada fazia, só no segundo tempo colocou mais um atacante e nos minutos finais merecia um empate. Rodrigão se pudesse jogar poderia ser o destaque. Faltou sorte. Acho que o time melhorou consideravelmente em relação às últimas partidas do campeonato baiano, mas ainda está fraco para a série A.

Vou arriscar umaas notas

Ney - 7,5 (não teve muita culpa no gol, está mais confiante)
Marcelo Batatais - 7,5 (mostrou serviço)
Anderson Martins - 5,0 (neutro)
Rafael Santos - 6,0 (também mostrou serviço)
(Ramirez) - 7,0 (mostrou disposição)
Carlos Alberto - 7,0 (alguns bons passes)
Vanderson - 9,0 (melhor jogador em campo do Vitória)
Bida - 4,5 (cada dia pior, está merecendo banco!)
Jackson - 4,0 (quase que não vi em campo)
(Diego Silva) - 5,5 (poucas oportunidades em campo)
Ramon Menezes - 8,0 (apesar do "cai-cai", melhorou o desempenho)
Gustavo - 6,0 (nervoso em campo)
Michel - 2,5 (somente pelo chute ao gol, errou muito)
(Marcos Bebeto) - 5,0 (não teve muito tempo, entrou com o sague frio)
Oswaldo Alvarez (Vadão) - 3,5 (era pra ter apostado dois atacantes no mínimo no início do 2º tempo)

Observações
-Vadão estava parecendo um "comprador de ouro" com aquele colete amarelo;
-A 3ª camisa do Vitória é mais bonita que a 1ª, pena que o detalhe do ombro não é exclusividade do Vitória, e sim da marca Penalty;
-Vanderson não mereceu o cartão amarelo, foi uma falta comum;
-Comentário de Thiago Mastroianni que o Ipitanga é o cigano do futebol baiano pelas mudanças de mando de campo. Só que ele deve ter se esquecido do "Itinga" né?!

Por: Lucas Serra

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir